Acompanhe as

nossas redes sociais

Site criado pela

HISTÓRIA E CULTURA

Originalmente habitada por aldeias indígenas, Itacaré foi descoberta pelos portugueses por volta de 1530 e oficialmente fundada com a chegada dos jesuítas, a partir da construção da Igreja de São Miguel Arcanjo em 1723, dando nome ao povoado: São Miguel da Barra do Rio de Contas. Somente em 1931, passou a chamar-se Itacaré (rio de ruído diferente). Foi também um porto de escoamento no auge do cacau, mantendo até hoje casarões e sobrados da época.

Essa rica história pode ser explorada com um passeio guiado que inicia na orla visitando ícones do patrimônio histórico cultural, como a secular Igreja São Miguel Arcanjo, a Casa dos Jesuítas, casarões, a Praça São Miguel, a Praça do Canhão e o Centro Cultural Porto de Trás.

City Tour Histórico Cultural

Povoado do Porto de Trás tem em suas raízes, laços africanos, onde famílias quilombolas viviam da tradicional pesca artesanal. A comunidade ainda preserva seu patrimônio cultural com tradicionais manifestações do bicho caçador, samba de roda entre outros costumes. Visitar o Centro Cultural Porto de Trás e caminhar pelo bairro é uma ótima oportunidade de conhecer e aproximar-se da cultura local, além de apreciar uma bela vista do Rio de Contas.

Centro Cultural Porto de Trás

A gastronomia itacareense se destaca pela riqueza da produção pesqueira e produtos provenientes da agricultura familiar local como mandioca, cacau, dendê, pimenta, coco, banana. São mais de 150 opções de restaurantes gastronômicos, típicos e contemporâneos, agradando a todos os paladares. Desde 2014, é realizado anualmente o renomado Festival Gastronômico Sabores de Itacaré, promovendo o melhor da gastronomia local e da sua identidade.

Gastronomia

Construída e fundada pelos jesuítas em 1723, com quase três séculos, possui um rico acervo de imagens sacras do século XVIII. Tombada pelo Instituto do Patrimônio Ambiental e Cultural da Bahia (IPAC), conserva seus altares primitivos estilo neoclássico, que foram restaurados em 2016, com belíssimo resgaste do trabalho artístico original. O principal monumento histórico de Itacaré possui uma vista privilegiada da charmosa orla e Praia da Coroa.

Igreja Matriz de São Miguel Arcanjo

Inúmeras tradições e celebrações são preservadas em Itacaré. Ao longo do ano, são comemoradas festas religiosas como São Miguel Arcanjo e Bom Jesus, diversas manifestações culturais como Capoeira, Samba-de-roda, os autênticos Bicho Caçador e Volta da Jibóia, além dos cortejos e desfiles populares como Iemanjá, Terno de Reis, Independência da Bahia.

Festas Populares e Manifestações Culturais

Shows, bares com música ao vivo, apresentações culturais, luaus e alta gastronomia movimentam a noite de Itacaré.  Nos bares, os ritmos mais frequentes são o forró, reggae e samba. Além disso, as festas folclóricas tradicionais da Bahia mantêm-se vivas na cidade.

Vida Noturna